Emílio Santiago

Para acompanhar a letra clique no desenho da folha dentro do player. Para assistir os vídeos disponíveis veja se a câmera dentro do player está aparecendo e clique nela. Para ouvir as músicas na sequência original ou seja, do primeiro ao último lugar clique em Ordenação original.


 

 
Emílio Santiago
Informação geral
Nome completo Emílio Vitalino Santiago
Nascimento 6 de dezembro de 1946
Origem Rio de JaneiroRio de JaneiroRJ
País  Brasil
Data de morte 20 de março de 2013 (66 anos)
Gênero(s) MPB
Ocupação(ões) cantor
Período em atividade 1973 — 2013
Gravadora(s) CIDPhilips/PolygramSom Livre,Sony Music

Emílio Vitalino Santiago, conhecido apenas como Emílio Santiago, nasceu na cidade do Rio de Janeiro, no dia 6 de dezembro de 1946.

Ao cursar a faculdade de direito na década de 1970, Emílio aproveitou os festivais universitários para começar a se apresentar como cantor, além de fazer participações em programas de calouros da época. Em 1973 lançou o primeiro compacto, com as canções Transa de Amor e Saravá Nega, ocasionando maior visibilidade em rádios e programas televisivos.

Em 1975, lançou um disco com canções esquecidas de compositores consagrados como Ivan Lins, João Donato, Jorge Benjor, Nelson Cavaquinho, Guilherme de Brito, entre outros.

O sucesso veio de verdade em 1988, quando lançou o álbum Aquarela Brasileira, um projeto especial de sete volumes, dedicado exclusivamente ao repertório de músicas nacionais. Nesta época, também trabalhou em outros projetos, incluindo um tributo ao cantor Dick Farney.

Depois disso, lançou os discos bossa nova, Um Sorriso nos Lábios (2001) e O Melhor das Aquarelas (ao vivo), Só Danço Samba, seu mais recente trabalho, entre outros.

No dia 7 de março, ele teve um AVC e foi internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. Sem ter alta, ele morreu no dia 20 de março de 2013.

fonte: Caras Online